Melhor DIETA para Diminuir a Ansiedade: O que comer?

Descubras quais alimentos aumentam o triptofano, aminoácido que combate a ansiedade e melhora o seu humor!

O que comemos sempre é definitivo no tratamento de qualquer patologia, principalmente a obesidade e a diabetes. Porém, com doenças e estados mentais não é diferente. Uma dieta especial pode equilibrar substâncias bioquímicas que otimizam o funcionamento dos neurônios e melhorar todo o sistema nervoso, além de contribuir para remediar os danos do desgaste físico e mental causado pela ansiedade.

A ansiedade está ligada ao déficit de aminoácidos e proteínas.

A melhor dieta para a ansiedade é aquela que contém triptofano, que é um aminoácido essencial para a liberação de um neurotransmissor chamado serotonina, que nos confere a sensação de bem estar e prazer. Tal neurotransmissor também auxilia no combate da depressão, melhora os sintomas da TPM, colabora para o emagrecimento, estimulando a saciedade e remediando compulsões alimentar. Por fim, ele é excelente para os que sofrem de insônia.

triptofano

Confira todos os benefícios do triptofano para a sua saúde tanto física quanto mental:

  • Auxilia na síntese proteica;
  • Auxilia na segregação da melatonina, um hormônio que melhora a qualidade do sono;
  • Atua como um anti-depressivo natural, por aumentar os níveis de serotonina no cérebro;
  • Relaxa por conta da serotonina agir como ansiolítico.

Como incluir triptofano na alimentação?

Este aminoácido tem diversas funções, como vimos acima. Agora vamos entender como você pode enriquecer a sua alimentação com ele. Os dois nutrientes envolvidos no metabolismo de triptofano é a vitamina B e o magnésio.

o que comer

Confira as nossas dicas e recomendações para a sua dieta ansiolítica:

  • Faça escolhas equilibradas: coma alimentos naturais, orgânicos, ricos em ácidos graxos como o ômega 3. Priorize as proteínas e os alimentos antioxidantes ricos em vitamina B e magnésio.
  • Faça diversas refeições: café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde e janta. Coma mais refeições em pequenas quantidades.
  • Faça refeições leves: nunca exceda em gorduras. Evite frituras e evite refeições pesadas que atrapalhem o seu descanso (a digestão de alimentos pesados costuma puxar energia do corpo e causar uma sensação de fadiga).
  • Faça atividades relaxantes: inclua na sua rotina técnicas relaxantes, como yoga, tai-chi, meditação, etc.
  • Beba água: é recomendado um adulto beber dois litros de água por dia.

Alimentos recomendados para Ansiedade

Confira uma tabela com os alimentos recomendados e as devidas quantidades de triptofano:

Carnes magras400mg de triptofano130 gramas
Salmão, atum, camarões350mg de triptofano130 gramas
Lentilhas e feijões140mg de triptofano1 copo
Queijo e ovos100mg de triptofano1 copo
Sementes de girassol80mg de triptofano1/4 de 1 copo
Arroz integral70mg de triptofano1 copo
Brócolis30mg de triptofano100 gramas

dieta para ansiedade

Inclua estes alimentos na sua dieta. Outros alimentos que você deve incluir são:

  • Vitamina B: eis um nutriente essencial para o bom funcionamento do sistema nervoso. As melhores fontes de vitamina B são os grãos integrais (trigo, aveia, etc.), as leguminosas (lentilha, grão de bico, ervilhas, etc.), as nozes (avelãs, amêndoas, etc.), os vegetais (repolho, couve-flor, espinafre, rabanete, etc.). Você também pode complementar com um suplemento do complexo B;
  • Magnésio: os alimentos mais ricos neste nutriente são os feijões, as lentilhas, o espinafre, a banana e o farelo de trigo;
  • Vitamina C: eis um poderoso antioxidante que não pode ser negligenciado em uma dieta para a ansiedade. Os alimentos em que se encontram mais vitamina C são as goiabas, pimentas, salsinha, mamão, morangos, laranjas, limões, kiwis, etc.
  • Ácidos Graxos Essenciais: eis alguns tipos de gorduras que não são sintetizadas no corpo e precisam estar presentes na alimentação para estarem presentes no corpo. Elas contribuem para a saúde dos nervos de modo geral. Alguns estudos tem relacionado a depressão e a insônia com a carência de ácidos graxos essenciais como o ômega 3. Você pode consumi-lo através da alimentação em nozes, peixes, sementes de girassol, chia, linhaça, gergelim, etc.

Agora que você sabe o que comer, tenha a disciplina de incluir tais alimentos no seu cotidiano.

Você tem alguma pergunta? Comente abaixo!

Este artigo te ajudou? Esperamos que sim! Compartilhe isso para o mundo: Obrigada! 😘

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *